sexta-feira, 19 de outubro de 2012

o cabelo de lelÊ


O CABELO DE LELÊValéria Belera
http://2.bp.blogspot.com/_8sgItSy2yPg/TCFM33cv5iI/AAAAAAAABq8/X-lSuL2x1xo/s400/1.jpgLelê não gosta do que vê.
- De onde vêm tantos cachinhos? Pergunta sem saber o que fazer.
JOGA PRA LÁ.... PUXA PRA CÁ...Jeito não dá, jeito não tem.
- De onde vêm tantos cachinhos?, a pergunta se mantém.
“Toda pergunta exige resposta.Em um livro eu vou procurar!”Pensa Lelê, num canto.
http://4.bp.blogspot.com/-6ZW5pUN1lLk/T61Kx6eWxaI/AAAAAAAAAlQ/NUc1V3WAc2E/s1600/O_CABELO_DE_LELE_15.jpgFUÇA AQUI... FUÇA LÁ...Mexe e remexe até encontrar o tal livro, muito sabido! Que tudo aquilo pode explicar.
     Depois do Atlântico, a África chama e conta uma trama de sonhos e medos, de guerras e vidas e mortes no enredo. Também de amor no enrolado cabelo, puxado, armado, crescido, enfeitado,torcido, virado, batido, rodado. São tantos cabelos, tão lindos, tão belos!
Lelê gosta do que vê.
Vai a vida, vai ao vento, brinca e solta o sentimento.
Descobre a beleza de ser como Herança trocada no ventre da raça, do pai, do avô, de além-mar até.
O negro cabelo é pura magia. Encanta o menino e a quem se avizinha.
Lelê já sabe que em cada cachinho, existe um pedaço de sua história. Que gira a roda no fuso da TERRA, de tantos cabelos que são a memória.
Lelê ama o que vê! E você?
http://3.bp.blogspot.com/--Mq2Wic8Bsg/TuQ3HZ2yE9I/AAAAAAAAAg8/jDFCPEZfp3s/s1600/lele8.jpghttp://2.bp.blogspot.com/_6qGX5s6dpMc/S_Xin8rH8cI/AAAAAAAANbY/sXKgVGHdtUs/s320/6.jpg


http://2.bp.blogspot.com/_6qGX5s6dpMc/S_Xj-SrFdlI/AAAAAAAANdQ/Z80-Wl3wS7I/s320/22.jpghttp://1.bp.blogspot.com/_6qGX5s6dpMc/S_XjK-9yhNI/AAAAAAAANcI/TLxaXEvZ4dk/s1600/13.tif.jpg

Nenhum comentário: